estilo-de-decoração

Na hora de escolher um estilo de decoração, pode ser difícil saber qual seria o seu estilo próprio. Ou ainda, saber quais são os principais modelos de decoração e como diferenciá-los no dia a dia.

Seja para uma reforma ou uma decoração do zero, vários aspectos devem ser levados em consideração na hora de decorar o seu ambiente.

É preciso ter em mente que pelo menos por alguns anos, você irá conviver com a mesma decoração feita ali, e ninguém gosta de estar em um ambiente que não te agrada ou que não traga conforto.

Por isso, o recomendado é avaliar muito bem qual seria o seu estilo de decoração e como usá-lo da melhor forma no ambiente que será decorado.

Seja para o seu quarto, escritório, empresa ou casa, existem maneiras de encontrar seu estilo próprio de decoração.

Confira nossas dicas de como escolher seu estilo de decoração!

Faça uma pesquisa sobre os diferentes estilos de decoração

Na hora da pesquisa, muitas opções podem ser encontradas. O ideal é se basear nos 6 estilos principais de decoração e identificar qual deles, ou até mesmo mais de um, combina mais com você.

Esses 6 estilos principais são: estilo clássico, estilo rústico, estilo minimalista, estilo industrial, estilo contemporâneo e estilo vintage.

Por exemplo, o estilo clássico nunca deixou de estar em moda, atrelando os elementos dos estilos contemporâneo e moderno ao longo dos anos. Esse estilo se destaca pelo uso de móveis com muitos ornamentos, detalhes e elegância. Sempre com bastante rebuscamento em suas formas.

No mesmo sentido, o estilo minimalista tem uma identidade própria, com linhas mais claras e menos informações. Um objeto decorativo minimalista será mais “limpo” do que objetos de outros estilos.

Busque bastante referências

Outra dica muito boa é sempre buscar referências do que você gosta ou do que te agrada.

Nas redes sociais, o Instagram se tornou uma ótima opção de pesquisa. Principalmente com opção de criar pastas e salvar os posts que mais te chamaram atenção. Além de ser um bom espaço para conhecer lojas e páginas especializadas em decoração.

O Pinterest é outra plataforma muito utilizada na hora de procurar por referências visuais. Famosa pelo seu compartilhamento de fotos, os usuários podem criar pastas com quadros temáticos do que desejam.

Para decoração, a plataforma apresenta uma grande gama de opções, sendo ideal para a realização de moodboards também.

Os moodboards são outra ferramenta essencial para a visualização de suas referências salvas. Nele, insira tudo que te agradou, tanto de móveis, cores, tecidos, objetos de decoração e locais preferidos.

Reúna suas preferências pessoais

Com algumas referências em mãos, é importante ter bem definido o que te agrada ou não. Por isso, a criação de uma lista ou de um guia que reúna seus gostos pessoais, pode te ajudar a separar aquilo que realmente combina com você, do que você não gosta.

Vale juntar de tudo nessa lista, desde características sobre seu estilo de decoração até aspectos de sua personalidade. Inclua se você quer um estilo em tom mais alegre, mais elegante, se prefere móveis em estilo mais robustos ou em formato geométrico.

Assim como, suas cores preferidas, o tipo de material que mais te chama atenção, o tipo de claridade e luminosidade que te agrada e etc. Cada uma dessas informações se aproxima um pouco mais ou menos dos estilos de decoração, o que te ajuda a perceber seu próprio estilo pessoal.

Considere o seu estilo de vida

Tão importante quanto reunir referências e preferências, é considerar o estilo de vida que você leva.

Decorar sua casa ou apartamento com itens que a longo prazo te tragam mais estresse do que conforto, é ir de encontro com todo o propósito de decorar ou redecorar seu ambiente.

Por esse motivo, deve-se avaliar bem como é a sua rotina, se você passa muito ou pouco tempo em casa, se lembra de cuidar das plantas, se tem tempo para limpar uma grande quantidade de objetos espalhados pela casa.

Esses detalhes parecem mínimos, mas são importantes na hora de escolher o estilo de decoração que mais condiz com a sua vida e personalidade.

Pense no que você consome e no que você já tem ao seu redor

Todo tipo de conteúdo que consumimos, seja de filmes, séries, livros, ou daquilo que vemos e acompanhamos nas redes sociais, são indicadores do nosso estilo e do que gostamos.

Pode-se pensar no que você consome através dessas mídias e perceber se você se encaixa mais em um estilo rústico ou vintage, por exemplo. Ou então até o que você veste pode ser outro bom indicativo de seu estilo pessoal.

Também é importante refletir sobre os móveis e itens de decoração que já estão presentes no ambiente. Pense se eles podem ser reutilizados ou se combinam com os novos objetos, isso vale ainda mais para quem está apenas realizando uma reforma do espaço.

Dicas em ação!

Essas são apenas algumas dicas que podem te ajudar na direção certa para encontrar seu estilo de decoração!

O importante é sempre ter em mente o que te traz mais conforto e bem-estar, já que estas são qualidades fundamentais na hora de decorar um ambiente próprio.

Aproveite o momento, faça suas pesquisas e tente se divertir nesse processo. Decorar é uma tarefa prazerosa se você se propor a fazer as coisas sem tanta pressa ou preocupação.